Nova coluna: Música!

Estreiando a coluna musical aqui do Meca Nerd, temos Raul Ávila comentando CDs, estilo musical entre outras coisas. Aproveitem e comentem com o rapaz!

A banda foi formada em 2003 na cidade de Ocala, Flórida e vem conquistando o público com seu pop punk agressivo. Cada vez mais vem se popularizando aqui no Brasil e já é muito reconhecida internacionalmente.

Vamos começar agora o primeiro review musical do blog, sobre o último dos 4 álbuns lançados da banda A Day To Remember!

https://i1.wp.com/img837.imageshack.us/img837/338/adaytoremember2011.jpg

Da esquerda pra direita: Joshua Woodard (baixo), Neil Westfall (guitarra), Jeremy McKinonn (vocal), Alex Shellnutt (Bateria) e Kevin Skaff (Guitarra)

Album:What Separates Me From You

Artista: A Day To Remember

Lançamento: 16 de Novembro de 2010

Gravadora: Victory Records

https://i2.wp.com/www.somekindofawesome.com/storage/whatseparatesmefromyou.jpeg
Capa do Cd

Antes de tudo, oi, meu nome é Raul. 😀 Eu sou guitarrista da banda Enfase e a partir de agora estarei postando semanal mente aqui no Meca. Falarei sobre CDs, Shows e o que me der vontade e estiver relacionado a MÚSICA. Quem quiser dar sugestões e/ou tiver ideias de albuns/shows para ser publicado, é só pedir. Para mais informações é só me seguir no twitter e é isso aí 😀

01. Sticks and Bricks

A primeira faixa do álbum é um excelente cartão de visitas, começa com vocal gritado e muito agressivo seguido de um clássico breakdown já no começo. A música continua pesada até o final com exceção dos refrões que são cantados com vocais limpos.

02. All I Want

Primeiro single do álbum, é a música do álbum que foi feita para tocar nas rádios e para conquistar novos fãs, pois ela não é pesada com exceção dos segundos finais em que se tem um lindo breakdown, e também pelo fato do refrão ficar por muito tempo na cabeça de quem a escuta, e por ela ter uma letra muito boa e que se encaixa na vida de muita gente.

03. It’s Complicated

É a música mais curta do álbum, e esse é o único lado positivo dela. Uma faixa muito “teen”, mas que não foge dos padrões da banda, que tem várias outras músicas que seguem essa linha, há quem goste.

04. This Is The House That Doubt Built

Um instrumental muito bem trabalhado, contando até com violão no fundo somado a uma linha melódica trabalhadíssima feita com vocais e backing vocais de altíssimo nivel. A música tem um rítmo bom e com algumas paradas que a tornam interessante. É uma música muito boa de ouvir, mesmo para quem não gosta muito do estilo da banda.

05. 2nd Sucks

“FIGHT!” assim já começa a música, com o clássico grito que tem no começo das lutas do famoso jogo Mortal Kombat. Após o Fight, vem a quebradeira com guitarras, bateria, baixo e vocais pesadíssimos. Sem dúvidas é a melhor faixa do álbum, repleta de breakdowns e dispensa comentários. Repetindo, a melhor faixa do ábum.

06. Better Off This Way

Uma música que segue a linha da grande maioria das músicas menos agressivas da banda, com vocais limpos, bateria sem nada de incrível e riffs de guitarra simples. Em alguns momentos da música há vocais gritados que a tornam um pouco mais atraente e ajudam a sair da mesmice, mas mesmo assim, é uma música cansativa e muito repetitiva.

07. All Signs Point to Launderdale

Começa com o vocal limpo e calmo de Jeremy e logo em seguida entra o resto dos instrumentos, é o segundo Single do album e é uma das melhores músicas do mesmo. Sem vocais gritados e com um instrumental mais calmo, é a música perfeita para quem não é muito fã de guturais e instrumentais pesados ouvir.

08. You Be Tails, I’ll Be Sonic

Esse nome não te lembra alguma coisa? Sim, o clássico game da Sega com o porco-espinho mais rápido do mundo, o Sonic e seu fiel companheiro Tails. É uma das melhores músicas do álbum, de tanto que eu ouvi cheguei a enjoar. A letra é muito interessante, conta uma história de amor que terminou e o cara está se sentindo muito mal e revoltado com tudo, durante os versos é tudo muito agressivo e podemos perceber com muita clareza todo esse sofrimento, nos refrões a letra é mais calma, muito menos rebelde e cantado com vocais limpos. O instrumental em minha opinião é perfeito e eu não mudaria nada nele. Se tivesse que dar uma nota seria 10/10.

09. Out Of Time

Começa com vocais limpos e uma guitarra baixinha no fundo até que tem uma pausa e entra o resto dos instrumentos. A música segue a mesma linha até o final mas é uma música muito boa. Outra música em que o refrão fica na cabeça, pois tem uma levadinha de bateria muito legal e vocais lentos. Malditos earworms.

10. If I Leave

Última música do álbum, começa com um dedilhado simples seguido de um “LET’S GO” e a introdução dos outros instrumentos, um começo muito empolgante. A música não tem vocais gritados e tem uma levada muito boa, especialmente no refrão, no qual é praticamente impossível não cantar junto. O instrumental não tem nada de impressionante… a bateria é muito simples e as guitarras também seguem no arroz com feijão, mas não deixa de ser uma música muito boa.

No geral é um album muito bom, longe de ser o melhor da banda mas vale muito a pena comprar ou baixar (creio que a opção mais interessante seja a segunda, pois estamos no Brasil né..). Indico também outros albuns da banda: Homesick e For Those Who Have Heart e é isso aí, espero que tenham gostado e até semana que vem!

Advertisements

Posted on June 17, 2011, in Música and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: